Alves diz que há expectativa de acordo com o governo para que não vete trechos da LDO

11 de dezembro de 2013

Política



Alves diz que há expectativa de acordo com o governo para que não vete trechos da LDO
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-11/alves-diz-que-ha-expectativa-de-acordo-com-governo-para-que-nao-vete-trechos-da-ldo
Dec 11th 2013, 21:48


Luciano Nascimento

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, disse hoje (11) que há a expectativa de um acordo com o governo para que não vete os trechos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2014) que tratam do Orçamento Impositivo.
Segundo ele, a medida estaria condicionada à aprovação, até fevereiro, do texto integral do Senado para a proposta. "Seria um gesto respeitoso entre os dois Poderes", disse Alves, que ontem (10) declarou que quando a presidenta Dilma voltasse da África do Sul reforçaria o pedido para que governo não vete os trechos da LDO.
O Orçamento Impositivo obriga o Executivo a liberar os recursos das emendas parlamentares. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 353/13, aprovada no Senado, após acordo com o governo, previa que o governo destinaria anualmente 1,2% da receita corrente líquida da União para as emendas individuais – os investimentos que senadores e deputados definem como prioritários nos estados e municípios. Metade desses recursos deverá ser obrigatoriamente usado em projetos da área de saúde.
A alteração, provocou reação em alguns deputados que, sob o comando do DEM, dividiram a PEC, aprovada anteriormente na Câmara, em duas propostas de Emenda à Constituição: a PEC 358/2013 sobre o Orçamento Impositivo e a A PEC 359/13 que trata do financiamento da saúde.
Com a mudança, o Executivo acenou com a possibilidade de vetar o trecho que obriga a União a liberar as emendas. Em uma tentativa de acordo, após a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ter aprovado a admissibilidade das duas PECs, Alves criou uma comissão especial que tentará reunificar as propostas, o que pode destravar o processo de votação do Orçamento de 2014, que poderá ser concluído até o fim de dezembro.

Edição: Aécio Amado
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. É necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/kdt/7qh3fv

Espalhe:

Comentário(s)



Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2016 © MAXX Internet - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o portal